Blog

‘Agora, tenho certeza de que quero estudar fora’

16/07/13

* Por Gustavo Torres

E aí, galera ismartana! Tudo bom?

Nem dá para acreditar que essa é a última semana aqui. Passou muuuito rápido! Por um lado, é legal: estou com uma saudade enorme de casa, dos pais, dos amigos, da comida… Por outro, ainda tínhamos tantas pessoas para conhecer, tantos lugares para visitar, tanto para aprender. Parece meio exagerado, mas é bem verdade. Acho que dá até para tirar boas lições disso. Já ouviu falar de que a gente só dá valor para algo depois que perde? Então, apesar de não ter realmente perdido, fiquei distante de elementos essenciais da minha vida diária, e, assim, percebi o quanto eles são essenciais. Algo valorizado é sempre muito melhor aproveitado. Depois dessa experiência, vou curtir as coisas mais simples do cotidiano; isso é vida, hahaha! E esse foi mais um momento reflexivo do Summer em Explo. Vamos agora ao que temos feito por aqui. :)

Tivemos na sexta-feira um show de talentos dos alunos. Sério, não imaginava que pudesse ser tão bom quanto foi. Teve um pessoal que cantou e dançou como profissional mesmo. Era muito talento. Isso me fez pensar sobre algo que vinha passando pela minha cabeça já fazia um tempo: a grandeza do nosso potencial. Dedicação àquilo que te completa promove sucesso, preenchimento e prazer. E esses elementos rolaram o tempo todo nas apresentações.

Show de Talentos em Yale

Por falar em dedicação (que lembra persistência e, portanto, esforço) fomos à Bear Mountain fazer caminhada no domingo. Mais de uma hora subindo infinitas trilhas. De qualquer forma, por mais infinitas que fossem, conseguimos cantar, fazer piadas e criar gritos de guerra durante todo o caminho de subida e descida. Daí percebi o quanto uma equipe animada consegue se automotivar e o quanto isso é importante.  Até nos perdemos no meio (e daí fizemos justiça ao nome do programa: Explo[ration])! Foi incrível quando chegamos lá em cima. A visão era incrível e a sensação de conquista, muito prazerosa.

Do alto da Bear Mountain

Sexta-feira falei com o Paulo Costa, aluno da Fundação Estudar que cursa Economia em Yale. Ele me contou altas histórias da vida dele, grande parte delas ligadas às oportunidades da faculdade. Sério, são coisas incríveis (uma entrevista com ele foi publicada recentemente no site Estudar Fora).  Percebi que tudo que vi aqui é só uma pequeníssima amostra da grandeza da graduação. E, considerando que o que estamos vivendo não é de se desprezar, decidi que realmente quero estudar fora. Já tinha muita vontade, mas toda essa experiência criou a certeza.

Vou terminando meu último post por aqui. Acredito que tenham ficado claras a quantidade e a diversidade de experiências e lições que tiramos dessas semanas fora. É algo que eu realmente recomendaria para toda a galera que está afim de conhecer o novo.  Medo e receio são elementos que devem ser esquecidos, porque absolutamente qualquer coisa é possível quando existe muita vontade e paixão. Por que acham que o Ismart insiste tanto na ideia de “sonhar grande”? Simplesmente porque é possível e porque é daí que vem a inovação.

Espero que tenham curtido os textos. Por favor, mandem perguntas, comentários e todo feedback possível. É muito importante para que possamos melhorar, repensar e recriar.

Abraços e tudo de bom!

Newsletter

Cadastre-se para receber novidades sobre o Ismart.