Blog

Bolsistas do Ismart aproveitam férias para conhecer profissões

21/07/16

Julho é o mês-chave da orientação profissional dos bolsistas do 3º ano do ensino médio. É quando acontecem as visitas às empresas no âmbito do Programa Conexão Profissão e também quando os alunos apresentam os seus Trabalhos de Projeto de Vida (TPVs).

No Conexão Profissão, os bolsistas têm a oportunidade de passar um dia acompanhando um profissional da área na qual eles têm interesse de atuar. Com o apoio de empresas parceiras, os alunos conseguem conhecer mais de perto a rotina da carreira que escolheram.

Candidato de Medicina, o bolsista Paulo Gabriel da Silva esteve no Hospital das Clínicas de São Paulo com a infectologista Ho Yeh Li. Pela manhã, acompanhou a rotina da médica e dos residentes na UTI. À tarde, assistiu a apresentações dos residentes e a um seminário sobre H1N1. Também teve a oportunidade de conversar com a doutora Li. “Ela me aconselhou a entrar no curso de Medicina com a mente aberta. Eu achei isso interessante, porque eu pensava que seria melhor já saber a especialidade no começo do curso”, diz Paulo, que estuda na Escola Móbile e deseja se especializar em alguma área cirúrgica.

Paulo (à esquerda, de óculos) e colegas do Ismart com médicos no HC, em São Paulo

Paulo (à esquerda, de óculos) e colegas do Ismart com médicos no HC, em São Paulo

O aluno sonha em ser médico desde os 12 anos. Já com essa idade, pesquisava as grades curriculares do curso. “Meu foco é a USP, por ser uma referência, mas vou prestar para várias outras universidades públicas também”, conta. Paulo nunca havia passado um dia inteiro em um hospital, e por isso tentou aproveitar ao máximo o Conexão Profissão. “É importante ver o dia a dia de uma profissão para fazer um balanço e pensar se de fato você se imagina fazendo aquilo.”

Também no âmbito do programa de orientação, o TPV é um estudo mais aprofundado sobre a profissão escolhida. Os estudantes são aconselhados a buscar referências, pesquisar o mercado e refletir sobre a opção do curso superior. Eles devem apresentar o resultado da pesquisa a uma banca formada pela equipe do Ismart e profissionais do mercado. “É um trabalho de autoconhecimento e de conhecimento do curso universitário e da profissão. Queremos que, ao fazer essa escolha, o aluno esteja seguro e bem embasado”, diz Inês França, gerente de Educação Básica. As apresentações já começaram.

O Conexão Profissão e o TPV são o ponto alto de um programa de orientação que começa e se intensificar no início do 2º ano do ensino médio. Nesse período, os bolsistas do Ismart participam de workshops de orientação profissional com consultores. Ali, são incentivados a começar uma imersão em possíveis carreiras e cursos. Ao longo do ano eles realizam o Trabalho de Escolha Profissional (TEP) – um passo anterior ao TPV, portanto. A equipe do Ismart ajuda os alunos a estruturar as apresentações e a amadurecer as ideias. “Nós buscamos ajudar os alunos a entender um pouco melhor o curso superior e a fazer uma escolha o mais alinhada possível com o perfil de cada um.”

Newsletter

Cadastre-se para receber novidades sobre o Ismart.