Blog

Vida no câmpus

23/07/16

* Por Victória Luz

Olá! Faz apenas alguns dias que cheguei a Notre Dame, mas sinto como se fossem semanas. A convivência diária faz com que os novos amigos pareçam ainda mais próximos.

Em frente ao Fitzpatrick Hall of Engineering

Em frente ao Fitzpatrick Hall of Engineering

As aulas finalmente começaram e estou cada dia me surpreendendo mais com as instalações, organização e profissionais aqui na universidade. Cada dia tenho uma aula diferente, com duração aproximada de 5 horas. Na terça-feira tive aula com o tópico DNA Fingerprinting, com o professor Veselik, no Jordan Hall of Science. Pudemos aprender a utilizar ferramentas mais complexas e também trabalhar e analisar (com) amostras de DNA verdadeiras!

Abaixo, fotos de um dos laboratórios de física:

Também tive aula de Business no Mendoza College of Business com o professor Bill Brennan, que elaborou uma aula, realmente muito interessante, para nos fazer refletir sobre a “marca” que representamos às pessoas. Por último, tive aula de Economia com o professor Forest Spence, o qual tomou como principais temas as relações e trocas comerciais internacionais, colocando os alunos como representantes de vários países para opinar nas melhores escolhas a se fazer em situações inesperadas e adversas.

Aula de economia em Notre Dame

Aula de economia em Notre Dame

Todas as aulas que tive até agora abordaram de diferentes formas o tema de Liderança, principal foco do programa iLED. Depois das aulas, todos os dias, temos seminários, presididos por Amber Li (coordenadora dos programas de verão de Notre Dame) sobre o que é liderança e como é ser um líder, para nos fazer analisar nossos posicionamentos, como líderes, em diversas situações.

Para incrementar os seminários, temos a honra de receber renomados convidados para relatar como foram suas experiências pessoais e profissionais. Já tivemos palestras de Jonathan Noble (pró-reitor de Notre Dame para internacionalização para a Ásia) e Brant Ust (diretor do Notre Dame Monogram Club). Ambos contaram histórias extremamente inspiradoras e motivacionais envolvendo a convivência em coletividade e luta por justiça dentro da sociedade.

Também estou frequentando as aulas, opcionais, que Megan e Michael, assistentes que acompanham os alunos no câmpus, estão oferecendo para que nós alunos possamos conhecer e aprender algumas expressões muito utilizadas no dia a dia americano. As aulas são uma ótima oportunidade para eu melhorar meu vocabulário e também conversar com alguns alunos com os quais não tenho muito contato.

Estou realmente me sentindo realizada (e também acostumada com a rotina) aqui no câmpus, pois estou conseguindo apreciar, mesmo que por poucos dias, como é ser um universitário em uma instituição americana!

Victoria_Post_2_Foto (5)

Newsletter

Cadastre-se para receber novidades sobre o Ismart.