Blog

Aproveitando o tempo livre na Califórnia

19/07/17

Entre 25 de junho e 14 de julho, Larissa Fabião da Fonseca participou de um curso de verão na Universidade Stanford. Este foi o segundo texto que ela escreveu para o blog, em 11 de julho, e fala sobre as atividades do intercâmbio.

***

* Por Larissa Fabião da Fonseca

Olá, galera! Tudo bem com vocês?

Do topo da Hoover Tower, na Universidade Stanford

Quero compartilhar como foi esta segunda semana do summer program na Universidade Stanford. Participei de diversas atividades e viagens maravilhosas. Conheci uma praia da Califórnia, estive na Academia de Ciências de São Francisco, fui a um laboratório de Física da universidade…

Passamos um dia em uma cidadezinha litorânea incrível chamada Capitola. Com algumas amigas, fomos a cafés e conhecemos diversas lojinhas e pessoas. Durante o summer em Stanford precisamos estudar muito, pois os cursos não são fáceis, mas viagens como essa permitem que a gente se divirta um pouco.

Depois do ótimo passeio voltamos à rotina semanal normal, com aulas de manhã, horário de estudo e atividades extras à tarde e tempo livre à noite. Durante a segunda semana do curso finalizamos o estudo da Teoria da Relatividade Especial e iniciamos o estudo da Teoria da Relatividade Geral. Consegui notar que meu inglês realmente melhorou muito. Agora é normal entender as aulas e conversar com outros colegas, e graças a isso pude aproveitar muito mais as atividades do curso. Como finalizamos a primeira parte do programa tivemos um pequeno teste individual, que não valia como nota oficial pois era apenas para o professor conseguir avaliar nosso entendimento da matéria.

Entre as atividades extras da semana pude conhecer um laboratório de Física aqui na universidade, onde um grupo de pesquisadores estuda um princípio da Teoria da Relatividade, e também tivemos um dia com diversos jogos e brincadeiras. Inclusive havia uma minifazenda onde podíamos brincar com vários animais!

Para mim, as melhores atividades extras da semana foram ver o nascer do sol no Dish, um lugar aqui na universidade com uma vista maravilhosa…

… e a noite de S’mores, na qual fizemos uma fogueira para assar marshmallows e depois comer com chocolate e bolacha (o nome disso é S’mores). Simplesmente amei!

Nos tempos livres, aproveitei para conhecer muitos lugares na universidade e da cidade de Palo Alto, onde fica o câmpus. Na universidade fui à Hoover Tower, à Green Library e ao Dish, como falei acima. Também nadei em uma fonte com alguns amigos que moram comigo.

Vista do lindo câmpus de Stanford a partir da Hoover Tower

Em Palo Alto visitei diversas lojas com um grupo de amigos. Tomamos sorvete e conhecemos muitas pessoas novas.

Para fechar a semana, fomos à Academia de Ciências de São Francisco, onde conheci o Museu de Ciências. Esta viagem será inesquecível, pois este museu tem o melhor planetário que já conheci. Neste dia percebi o quão diferente a ciência é vista em outros países, e assumo que fico triste de nem todos os brasileiros terem a oportunidade de conhecer um museu como o que existe aqui. Toda a exposição é interativa, então basicamente você pode participar de tudo que existe no museu, o que torna ainda mais interessante visitá-lo.

Mesmo estando com saudade do Brasil, fico triste de saber que esta experiência já está chegando ao fim. Porém, fico feliz de pensar em tudo que pude fazer e aprender durante o programa.

Muito obrigada por acompanhar a minha trajetória durante essa viagem fantástica!

Aproveitando o tempo livre em Stanford

Newsletter

Cadastre-se para receber novidades sobre o Ismart.