Blog

Resumo das minhas duas semanas em Yale

31/07/17

* Por Laís Gonzales da Silva

Olá, pessoal! Meu nome é Laís, estudo no Colégio Bandeirantes, em São Paulo, e acabo de voltar de um curso de verão na Universidade Yale!

Cheguei ao câmpus e me acomodei no dormitório junto com uma colega venezuelana. Logo saí para conhecer a universidade e as redondezas, junto com a Gabi e a Bia, também do Ismart. No primeiro dia, já tive aula à noite, no curso de Negócios do Entretenimento.

Os dois primeiros dias foram os mais difíceis. Sentia saudades de casa e o medo também estava ali, pois ninguém se conhecia entre as 12 pessoas do curso e absolutamente tudo era novo. Mas depois disso, com várias dinâmicas de grupo e apresentações, conhecemos uns aos outros e ficamos mais à vontade.

Pelo fato de o curso durar apenas duas semanas, as aulas eram densas e mais longas, principalmente na primeira semana. O conteúdo foi muito diversificado e enriqueceu muito meu conhecimento sobre: marketing, produção de filmes e seus profissionais, finanças e negociação, e as estratégias na área do entretenimento.

Outra coisa que eu gostei muito foram os convidados, entre eles Daryn Carp, produtora na Bravo TV, com quem almoçamos depois em Nova York, e Dan Bree, produtor-executivo em canais como ABC, National Geographic, Discovery e Animal Planet. Eles são incríveis! O curso foi construtivo também para uma rede de contatos que pode ser útil no futuro.

Na mesma semana, recebemos a proposta do nosso projeto: como atrair jovens para as apresentações da Orquestra Sinfônica de Boston em Tanglewood?

Depois de uma semana corrida e cansativa, veio o fim de semana! Mas não pensem que foi de descanso. No sábado, conhecemos Tanglewood para saber melhor o que desenvolver durante o projeto e como apresentá-lo. Já no domingo, fui à Broadway para assistir a “Aladdin”. Foi uma emoção muito grande e indescritível!

Apesar de estar cansada, a segunda semana foi mais tranquila. Trabalhamos bastante no projeto. Planejamos a apresentação e visitamos alguns estúdios como Zero VFX e Red Sky, que fizeram parte da produção do filme “Caça-Fantasmas”, por exemplo.

Também conhecemos a NBC e até fizemos um talk show.

No último dia, assistimos a uma peça no festival de Williamstown, no Estado de Massachusetts. “Clean House” é uma comédia com uma atriz brasileira no elenco, e traz o nosso bom humor e felicidade para peça, inclusive com piadas em português (das quais só eu ria por ser a única da plateia que entendia). Também apresentamos o projeto, lá em Tanglewood mesmo.

E quando eu já havia me acostumado, enfim, acabou…

Vivi muitas experiências que não têm preço! Eu amei cada parte dessa viagem, e sei que tudo valeu muito a pena. Apesar das saudades de casa e das diferenças culturais, tenho certeza que essa experiência me agregou conhecimentos e me fez crescer muito como pessoa!

Newsletter

Cadastre-se para receber novidades sobre o Ismart.