Blog

Informativo para Educadores – Novembro 2017

08/12/17

* Esta é a íntegra da newsletter do programa “Deixe sua Marca”, enviada por e-mail aos educadores interessados em acompanhar mais de perto o trabalho do Ismart.

***

Apresentação

Caro educador, estamos chegando ao fim de mais um ano de muito trabalho envolvido na identificação e no desenvolvimento de jovens talentosos de baixa renda. O resultado da seleção dos novos bolsistas que iniciarão sua jornada conosco em 2018 será divulgado no dia 14 de dezembro, em nosso site, nossas redes sociais e também uma edição especial desta newsletter do programa “Deixe sua Marca”. Para diminuir a ansiedade da espera, neste número fizemos um balanço de como foi 2017 para o Ismart, inspirado em nossas crenças e valores. Tivemos um ano com muitos desafios, mas também com muitas conquistas, algumas das quais apresentamos abaixo. Esperamos continuar contando com a parceria de vocês no ano que vem. Boa leitura, e boas festas!

***

As diferentes formas de talento se distribuem por todas as classes sociais

Em 2017, nosso processo seletivo recebeu mais de 11 mil inscrições nas seis cidades onde atuamos: Cotia, Rio de Janeiro, São José dos Campos, São Paulo e Sorocaba já têm projetos do Ismart há anos e, pela primeira vez, estamos selecionando alunos em Belo Horizonte. Na capital mineira, a parceria com o Colégio Bernoulli permitirá a identificação de alunos para os projetos Alicerce e Bolsa Talento. Também haverá vagas para o Ismart Online. Outra novidade é a ampliação do número de vagas oferecidas no Rio de Janeiro – nossa intenção é selecionar até 100 novos bolsistas, ante os 72 identificados em 2016. Nosso desafio continua sendo encontrar os jovens mais brilhantes, e contamos com você, educador, para atingir esse objetivo.

***

O talento só se concretiza por meio do esforço pessoal

No Ismart, acreditamos que não basta ao jovem ter talento: para ser bem-sucedido, ele precisa ralar muito. Dedicação é uma palavra-chave no processo de desenvolvimento dos nossos bolsistas. Os estudantes que ingressam pelo Alicerce, por exemplo, passam o 8º e o 9º ano do ensino fundamental participando de um curso preparatório nas escolas parceiras do projeto, no contraturno da escola pública. Ao fim do período de dupla jornada, eles prestam o vestibulinho, exame de seleção para o ensino médio dos colégios particulares. Na virada de 2016 para 2017, 92% dos bolsistas foram aprovados na avaliação. Já os alunos do Bolsa Talento ingressam diretamente no ensino médio das escolas parceiras do projeto e precisam dar conta dos desafios mais rapidamente; enquanto que, no Ismart Online, os alunos estudam pela internet, realizam atividades em equipe e participam de workshops de formação de competências para o século 21. Quem se destaca academicamente e por seu esforço é reconhecido e pode conquistar outras oportunidades de excelência.

***

Os bons exemplos têm efeito multiplicador

Impacto também se alcança pelo exemplo. É por isso que a Liga do Futuro é de suma importância na divulgação do Ismart nas escolas, e também para o desenvolvimento dos alunos. O programa incentiva os bolsistas a ampliar o senso de protagonismo e autonomia ao dar-lhes missões – individuais ou em grupo – que, ao serem cumpridas, são recompensadas com ligabytes, pontos que podem ser trocados por diferentes prêmios. Na missão #Conquista10, por exemplo, os estudantes devem visitar escolas públicas e apresentar o Ismart e o processo seletivo para potenciais candidatos e educadores. Segundo a coordenadora de Seleção, Fabiane Pinto, quando um aluno dá seu depoimento de como é participar do Ismart a outros meninos e meninas com o mesmo perfil, ele consegue gerar mais interesse pelos projetos e, com isso, atrair mais inscrições. “Eles são excelentes exemplos e, por isso, inspiram outros jovens”, afirma. Em 2017 a Liga visitou 323 escolas, e em 2018 queremos ampliar ainda mais este número. Contamos com vocês, educadores, para que nossa comunidade de alunos inspire muitos jovens talentosos da rede pública!

***

A excelência é a base para os resultados desejados

A edição de 2017 do nosso Encontro com Educadores da Rede Pública atraiu público recorde, demonstrando o interesse de diretores escolares, coordenadores pedagógicos e professores em conhecer melhor os projetos do Ismart e aperfeiçoar a identificação de alunos com altas habilidades acadêmicas. O evento aconteceu em maio, em São Paulo, e em junho, no Rio de Janeiro, com o tema “O incrível pode acontecer quando o talento encontra a oportunidade”. Os palestrantes contaram como colaboram, cada um a seu modo, para o desenvolvimento de talentos em diferentes partes do Brasil. As professoras Carolina Brito e Daniela Pavani, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, por exemplo, coordenam um projeto para estimular o interesse de meninas pela ciência (relembre aqui). Já o professor Francisco Marcelino apresentou o projeto “Robótica Formando Cidadãos”, realizado em escolas públicas do Piauí (relembre aqui). Por fim, Ana Karoline Borges, aluna do Instituto Militar de Engenharia (IME) e mestranda do Instituto de Matemática Pura e Aplicada (Impa), falou um pouco sobre sua experiência em olímpiadas acadêmicas, chegando inclusive a ser vice-líder da equipe brasileira na Olimpíada Europeia de Matemática para Garotas. Confira os vídeos de melhores momentos em São Paulo e no Rio de Janeiro!

***

As boas oportunidades catalisam a promoção social

Uma formação completa compreende também a ampliação do repertório sociocultural. Por isso, o Ismart oferece aos estudantes a oportunidade de conhecer museus, salas de concerto e demais espaços culturais que podem enriquecer o olhar sobre o mundo à sua volta. Em outra frente, mantém parcerias com cursos de idiomas que concedem bolsas integrais para os jovens aprofundarem o conhecimento do inglês e, assim, poderem mergulhar em outras culturas – seja tendo acesso a conteúdos em outra língua, seja até mesmo participando de cursos no exterior. Atualmente, 245 alunos têm bolsa integral na Cultura Inglesa de São Paulo e na Sociedade Brasileira de Cultura Inglesa do Rio de Janeiro. Outro dado interessante é que, desde 2013, chega a 35 o número de alunos do ensino médio que já cursaram summer programs em universidades dos Estados Unidos (em 2017 foram seis intercambistas). Conheça o blog dos intercambistas do Ismart!

***

Nossa definição de sucesso é a transformação do seu sonho grande em uma atividade produtiva, com ética e responsabilidade social

Com o passar dos anos, a comunidade de bolsistas do Ismart fica cada vez maior: são mais estudantes ingressando nos nossos projetos e, também, mais graduados na universidade. Hoje já temos 140 ex-alunos inseridos em posições de destaque no mercado de trabalho, lançando mão de seu talento e de sua formação de excelência para transformar as suas vidas e as de suas famílias. Os graduados, agora, fazem parte da rede Alumni do Ismart e estão sendo convidados a participar mais ativamente na comunidade, compartilhando conhecimentos e auxiliando os mais jovens na superação de desafios. No início de dezembro houve o primeiro encontro de Alumni em São Paulo: um momento para relembrar a trajetória, confraternizar e discutir formas de contribuir com o desenvolvimento dos bolsistas mais novos. Confira as fotos!

Encontro da rede Alumni do Ismart em SP (2017)

Newsletter

Cadastre-se para receber novidades sobre o Ismart.