Skip to main content

Hoje o quadro “Histórias de Sucesso” traz a trajetória brilhante de Gustavo Lombello. Nascido em uma realidade extremamente simples, na cidade de São José dos Campos, interior de São Paulo, sempre teve sua família como base e inspiração. Filho de mãe professora, que criou seus quatro filhos sem qualquer apoio paterno, desde cedo acreditou na importância da educação como superação das barreiras sociais.

Os constantes incentivos dentro de casa foram fundamentais para que Gustavo pudesse agarrar oportunidades como o Ismart, e assim fez. Ele passou a integrar comunidade no 8º ano, como bolsista do Ismart Presencial – Projeto Alicerce. Sempre dedicado, foi muito além de ter boas notas, ele conseguiu explorar diversas áreas do conhecimento, desde renomadas simulações da ONU até competitivas olimpíadas científicas.

Todo o seu esforço resultou em inúmeras aprovações no vestibular, nas melhores universidades do Brasil e do mundo, entre elas: Unicamp, UFMG, Unesp, PUC- PR, PUC- MG e IMT. Com um exímio desempenho, Gustavo ainda garantiu uma bolsa integral na Babson College, nos Estados Unidos, na qual decidiu cursar Business/Economics e realizar seu sonho grande de fundar uma startup que seja referência mundial e valorize a capacidade latino-americana de desenvolver e liderar empresas de grande porte.

Ficou inspirado com o relato do Gustavo? Confira abaixo a entrevista completa.

1. Em relação ao seu desenvolvimento pessoal, como foi a experiência de ser um Bolsista Ismart?

Ser um Bolsista Ismart vai muito além de um simples financiamento educacional, trata-se de uma experiência única, carregada de oportunidades e realizações. Através do Instituto, eu pude me conectar com uma expressiva rede de jovens talentosos, determinados a conquistar e transcender.

Nessa comunidade repleta de trajetórias incríveis, trilhadas por pessoas providas de realidades similares a minha, eu pude me manter constantemente inspirado. Dessa forma, acredito que a abundância de referências próximas intensifica o entendimento de que todo anseio é válido e possível.

Além disso, o time de especialistas Ismart me promoveu um excepcional apoio emocional e acadêmico ao longo dos anos. Lembro bem das conversas de alinhamento que tive com as analistas, sempre carregadas de conselhos e discursos motivacionais – o que fez toda a diferença no meu trajeto.

Por fim, tive a felicidade de ter dois irmãos que também foram Bolsistas Ismart. Consequentemente, o espírito resiliente e ambicioso da comunidade era respaldado de uma forma muito natural dentro de casa; algo que, sem dúvidas, fez dessa experiência ainda mais significativa.

2. Você participou de qual projeto? Como funcionou?

Eu participei do projeto Ismart Presencial – Alicerce, isto é, integrei a comunidade no 8ºano. Assim, no ensino fundamental, eu frequentava uma escola pública durante a manhã e um colégio de excelência no período vespertino. Por fim, eventualmente, os finais dos meus dias eram acompanhados por aulas de inglês, também financiadas pelo Ismart, em uma renomada escola de idiomas.

3. De que forma a vivência em uma escola de excelência influenciou nas suas escolhas profissionais?

Ao estudar em um colégio de excelência, eu pude tomar uma decisão profissional muito assertiva. Isso porque a qualidade dos docentes e a abundância de recursos – como workshops universitários e conversas com especialistas – possibilitaram a minha inserção em diversas esferas profissionais, para que, então, eu deliberasse o que fazia mais sentido para mim.

4. Qual seu Sonho Grande? Quanto falta para realizá-lo?

Meu Sonho Grande é fundar uma startup que seja tida como referência mundial ao conectar eficácia com ética social, de modo a demonstrar a capacidade latino-americana de desenvolver e liderar empresas de grande porte.

Acredito que tal aspiração seja reflexo do meu descontentamento acerca da hegemonia global de companhias euro-americanas e da postura omissa de corporações brasileiras diante de problemas sociais. A associação de uma mentalidade empresarial com valores comunitários é, sem dúvidas, inerente às minhas atividades.

Por fim, estou entusiasmado para experiências advindas da minha formação universitária, inserção no mercado de trabalho e participação em vivências estratégicas; acredito que elas serão essenciais para que eu adquira senioridade para concretizar tal anseio.

5. Você enxerga que a sua experiência no Ismart afetou a vida das pessoas à sua volta? De que forma?

Acredito que o impacto do Instituto vai muito além do ismartiano em si, uma vez que outros indivíduos são beneficiados por mera convivência. Sendo assim, os valores da rede são inevitavelmente difundidos nos arredores do estudante; o que acontece das mais variadas formas.

Uma iniciativa que eu gosto bastante são as palestras em escolas públicas. Através de uma perspectiva humanizada, eu conto a minha história, evidenciando desafios e realizações. Também costumo utilizar o espaço para explicar o funcionamento da comunidade e cada etapa do processo seletivo. A ideia é fertilizar o solo, encorajando inquietude e dinamismo.

Além disso, a diversidade social promovida em escolas de elite, ao reunir estudantes de diferentes realidades socioeconômicas, é de extrema importância para que debates mais plurais sejam articulados. Essa interação mutualística, firmada por perspectivas destoantes, possibilita aprendizados para todos – uma vez que esse choque de ideais é rico e produtivo.

6. Qual conselho você deixa para as pessoas jovens que se inspiram na sua trajetória?

Ambição e proatividade são essenciais para o progresso e desenvolvimento de um indivíduo. Assim, não permita que a pequenez momentânea da sua realidade limite as inúmeras possibilidades do que ela pode se tornar. Também, não negligencie ou delegue a sua busca por mudanças – ela deve ser autônoma, sem subordinar-se a estímulos externos.

7. E para o futuro, quais são seus sonhos e desejos? Qual a sua contribuição para transformar a vida das pessoas e contribuir com um mundo melhor?

Eu aspiro propagar o impacto transformador que o acesso à educação de qualidade promoveu na minha vida, além de impulsionar boas práticas econômicas no país. Nesse sentido, seja através de iniciativas sociais ou de empreendimentos ambiciosos, o meu legado tange a potencialização de seres humanos e a composição de histórias brilhantes.

Deixar comentário