Skip to main content

Da periferia da zona sul de São Paulo para a Universidade de Notre Dame. O post de hoje conta a história da Letícia Cardoso, filha de pais nordestinos que vieram para a região em busca de melhores condições de vida. Ela sempre estudou em escola pública, mas em 2017, o sonho de mudar o seu futuro e a oportunidade do Ismart se encontraram. Letícia conseguiu uma bolsa no Ismart Presencial – Alicerce e a partir daí iniciou sua trajetória rumo ao sonho grande.

Durante quatro anos vivendo no contraturno entre a Escola Estadual Paulino Nunes Esposo e o Colégio Objetivo, Letícia trilhou sua trajetória através de desafios, mas também de muito esforço e dedicação. Com uma rede de apoio formada pela sua família, professores e Ismart, conseguiu agarrar grandes oportunidades que garantiram suas aprovações em Administração de Empresas na USP, Economia na UFSCAR e na Universidade de Notre Dame, nos Estados Unidos.

Letícia está pronta para embarcar na próxima etapa da sua vida, a faculdade no exterior. Confira a entrevista na íntegra e conheça mais sobre a sua história, sua trajetória no Ismart e sobre suas conquistas e expectativas em estudar fora.

Como foi o seu caminho até aqui?

Meus pais migraram jovens do Rio Grande do Norte para São Paulo em busca de emprego e melhores condições de vida. Devido à nossa condição financeira, sempre estudei em escolas públicas na periferia da zona sul, onde nasci e cresci. Porém, um grande desejo de minha mãe, que até então parecia irrealizável, era de me ver estudando em um daqueles colégios que observava todos os dias perto de seu trabalho no centro da cidade, onde eu poderia continuar me desenvolvendo e sonhando ainda mais alto. E em 2017 isso se concretizou. Através da indicação da coordenadora Elaine Cristina da Escola Estadual Paulino Nunes Esposo, que enxergou meu potencial e engajamento acadêmico, fui selecionada para integrar a comunidade Ismart e estudar no Colégio Objetivo com uma bolsa integral. Eu e minha família, então, confirmamos e vivenciamos o que dizem sobre o poder de transformação da educação e aos lugares inimagináveis que podemos chegar através dela: no Colégio Objetivo à Universidade de Notre Dame, nos Estados Unidos.

Em relação ao seu desenvolvimento pessoal, como foi a experiência de ser uma Bolsista Ismart?

O Ismart é, de fato, mais do que um financiador de bolsas, é uma ponte que te leva a realizar os seus sonhos grandes, e mais do que isso, te apoia nesse caminho intenso e desafiador. Projeto de Iniciação Científica, Bolsa na Cultura Inglesa, Orientação Profissional, Preparatório para Estudar Fora… Essas foram algumas das inúmeras oportunidades que eu agarrei dentro do Ismart e que contribuíram para o meu desenvolvimento pessoal e acadêmico e, consequentemente, para a conquista de grandes sonhos, como o de estudar no exterior.

Você participou de qual projeto? Como funcionou?

Ingressei no Ismart em 2017 pelo projeto Alicerce. Não fiz a dupla jornada durante o ensino fundamental, por estudar no Colégio Objetivo, mas participava a tarde de aulas preparatórias para olimpíadas científicas oferecidas pelo próprio colégio, curso de inglês na Cultura Inglesa através do Ismart, e outras atividades organizadas pela organização, como simulações diplomáticas, iniciação científica, sarau, etc.

De que forma a vivência em uma escola de excelência influenciou nas suas escolhas profissionais?

Acredito que estudar no Objetivo me preparou muito para ingressar na primeira fase da minha carreira: a faculdade. Lá, fui duas vezes medalhista de prata na Olímpiada Nacional de Ciências e, devido a este engajamento extracurricular, boas notas e indicação de professores, fui selecionada para integrar a turma do “Integrado”, classificada nos primeiros lugares no ranking do ENEM todos os anos. Esta turma iniciou com 100 alunos, e, no final do 1º ano, por ter mantido um rigoroso engajamento acadêmico e extracurricular, fui um dos 50 alunos que permaneceram na turma até o final do ensino médio.

Ter acesso a bons materiais, locais de estudo e, principalmente, professores capacitados e dispostos a me ajudar foi crucial para alcançar minhas aprovações em faculdades brasileiras (Administração de Empresas na USP e Economia na UFSCAR) e também no exterior (Universidade de Notre Dame), um passo importante para o start na minha carreira e realização do meu sonho grande.

Qual seu sonho grande? Quanto falta para realizá-lo?

Após concluir o bacharelado em Negócios e Economia na Universidade de Notre Dame, planejo me especializar em gestão de saúde, voltar para o Brasil e obter experiência profissional nesta área. No longo prazo, pretendo desenvolver inovações no setor da saúde, seja contribuindo ou criando uma health tech que, no contexto brasileiro, melhore a qualidade de vida das pessoas e promova longevidade com auxílio da tecnologia.

Você enxerga que a sua experiência no Ismart afetou a vida das pessoas à sua volta?

Definitivamente, os bons exemplos têm efeito multiplicador. Acredito que tenha contribuído, através da minha história de superação, determinação e conquistas acadêmicas, e motivado outros jovens da minha comunidade a sonharem mais alto e se dedicarem para a realização dos próprios sonhos. É muito importante para mim divulgar o Processo Seletivo do Ismart nas escolas públicas da região de Parelheiros, de onde eu vim, e mostrar a outros jovens que o sucesso acontece quando sonhamos grande, fazemos a diferença e transformamos o nosso mundo para melhor.

Qual conselho você deixa para as pessoas jovens que se inspiram na sua trajetória?

“O talento só se concretiza por meio do esforço pessoal”. Tomei esta crença do Ismart como referência e norte para minha própria vida. Para a realização de qualquer objetivo, o comprometimento e dedicação são indispensáveis. Todos nós temos dons e valores especiais e singulares, mas sem a busca contínua de aprimoramento podemos perder a chance de viver novas experiências e maximizar nossas habilidades pessoais.

Somos os principais responsáveis pelos resultados que obtemos, não basta conquistar uma oportunidade ou reconhecer nossos talentos, temos que buscar a excelência constantemente e isso exige muito esforço e dedicação.

Deixar comentário